sexta-feira, 20 de janeiro de 2012

Justo



Salmo 37    
Eis, neste versículo, uma das mais belas declarações/promessas do livro dos Salmos : - "fui moço e agora sou velho, nunca vi desamparado o justo, nem a sua semente a mendigar o pão..."
             Deus Nunca falhou! David, rei de Israel, na sua já avançada idade, e desde os tempos de pastorinho, harpista assalariado, soldado, foragido (diante de um rei injusto), rei de Hebrom e rei de Israel, ele podia afirmar "nunca vi o justo desamparado..."
                         Que promessa maravilhosa! Até  ao dia de hoje,  nunca vimos o justo desamparado, nem a sua descendência a mendigar o pão. Ao contrário, já temos visto muitos justos gratificados por Deus e serem "levados pelos anjos para o seio de Abraão". Deus sempre retribui aos seus mais do que eles merecem e sempre está ao lado daqueles que n'Ele confiam.
                          Talvez , neste momento, sejas tentado a pensar nos meses de desemprego, na inflação não controlada, na "pouca farinha que há na panela". Confia no Senhor e vive sóbria, justa e piamente e verás que Deus está no controlo de tudo e a farinha na panela não se acabará, nem o azeite na almotolia, nem a imensurável graça de Deus para contigo.
                          Faz o que deves. Sê fiel e verás que Deus está ao teu lado, abençoando, segurando a tua mão, guiando  o teu pé, protegendo a tua vida. Ele é fiel, não pode negar-se a Si mesmo.

"Sobre a cabeça do justo há bençãos, mas na boca dos perversos mora a violência" (Pv 10.6)

Vale a pena conhecer a Deus, andar com Deus e servir a Deus. Sobre a cabeça do justo há bençãos. A casa do justo é abençoada. Ele é como uma árvore plantada junto à corrente das águas, que nunca murcha e no devido tempo dá o seu fruto. O justo floresce como a palmeira. 
Quem é o justo? Não é aquele que tem justiça própria, mas aquele que foi justificado. Não é aquele recebido por Deus pelos próprios méritos, mas aquele que, apesar dos seus méritos, crê em Cristo e se veste da sua justiça. O justo é abençoado não porque corre atrás da bênção, mas porque é conhecido e amado pelo abençoador. Se a cabeça do justo a cabeça do justo é o endereço onde mora a bênção de Deus, a boca do perverso é o lugar onde habita a violência. A bênção que marca o justo vem do céu, do alto, de Deus; a violência que procede do perverso brota dele mesmo, pois a boca fala do que está cheio o coração. Sobre a cabeça do justo há bençãos vindas de Deus que se espalham para outras pessoas; da boca dos perversos, porém, procede a violência que destrói e mata. O perverso segue pela estrada larga da condenação espalhando palavras de morte, enquanto o justo esparge a luz de Cristo, trescala seu perfume e distribui bênçãos ao seu redor. Ele é abençoado por Deus e por isso se torna um abençoador para os homens.

fonte: archote & edificarvidas.net

Nenhum comentário: