quinta-feira, 5 de junho de 2014

CRISTÃO DE FACHADA.

Porque não há boa arvore que dê mau fruto, nem má árvore que dê bom fruto.(Lucas 6.43)
 
Temos visto pessoas que se dizem cristãs, evangélicas, ou que são de Jesus, isto é o que elas dizem, e vestem como crentes mas o comportamento mostra outras coisas. Pessoas que não perdem a oportunidade para admirar o corpo físico do sexo oposto, ou que não perdem uma oportunidade de levar vantagens em algumas coisas, que não tem nenhum problema em contar uma mentirinha para se favorecer em algo; pessoas que quando são provocadas reagem piores do que os que são declarados profanos, estes supostos crentes ficam nervosos quando provocados, xingam e querem até mesmo agredir os seus opositores e ainda tentam usar a Bíblia, dizendo que Deus não quer que eles sejam humilhados. “Porque cada árvore se conhece pelo seu próprio fruto; pois não se colhem figos dos espinheiros, nem se vindimam uvas dos abrolhos.” (Lucas 6.44) São pessoas que se fantasiam de crentes, pois gostam de orar e usar versículos previamente decorados, gostam de aconselhar, mas não praticam a palavra, são mentirosos e hipócritas como bem o Senhor Jesus os definiu, pois falam uma coisa e tentam demonstrar o que não são, pois no seu interior são pessoas ainda possuídas pelas coisas do mundo, e ainda são servos do inimigo.
            O homem bom, do bom tesouro do seu coração, tira o bem, e o homem mau, do mau tesouro do seu coração, tira o mal, porque da abundância do seu coração fala a boca. ”(Lucas 6.45) Muitos usam o passado de pecados declarados, não como testemunhos, mas com saudosismos, e isto porque ainda não se libertaram; a bem da verdade, devemos mostrar Jesus é pelo nosso comportamento, pelo nosso testemunho diário, e em toda parte e todas as situações, uma vez que não existe situações excludente para podermos ficar sem praticar a palavra de Deus. Nós sempre iremos mostrar, deixar transparecer o que somos, o que pensamos, pois não podemos esconder o tempo todo. “E por que me chamais Senhor, Senhor, e não fazeis o que eu digo?”(Lucas 6.46) É muito fácil falar que ama a Deus, que Ele é o seu Senhor, mas na verdade são simples palavras, pois quem o ama, demonstra isto praticando a sua palavra, age segundo os seus ensinamentos; os religiosos que simplesmente falam e não praticam, tentam  enganar, mas não conseguindo jamais enganar o Senhor, estes tem herança garantida no reino das trevas se não mudarem e se converterem verdadeiramente ao Senhor.
            “Qualquer que vem a mim, e ouve as minhas palavras, e as observa, eu vos mostrarei a quem é semelhante.”(Lucas 6.47) A diferença entre quem ama e quem não ama o Senhor é exatamente entre quem serve, quem pratica e quem não serve nem prática as suas ordenanças. Quando a luta, o problema, a necessidade, ou a tentação vem (pois ela vem na vida de todos), se realmente somos praticantes da palavra de Deus, vamos agir e  reagir de acordo. “É semelhante ao homem que edificou uma casa, e cavou, e abriu bem fundo, e pôs os alicerces sobre a rocha; e, vindo a enchente, bateu com ímpeto a corrente naquela casa e não a pôde abalar, porque estava fundada sobre rocha.”(Lucas 6.48) Quando estamos fundamentados na Rocha que é Jesus, na palavra, nada poderá nos demolir, nos derrotar, pois, não cairemos pois  se estamos na rocha somos também rochas. “Mas o que ouve e não pratica é semelhante ao homem que edificou uma casa sobre terra, sem alicerces, na qual bateu com ímpeto a corrente, e logo caiu; e foi grande a ruína daquela casa.”(Lucas 6.49) Se somos somente ouvintes e não praticantes, com certeza estamos fadados a derrota e ao sofrimento eterno e não tem outra saída a não ser se convertermos verdadeiramente ao Senhor, deixarmos de sermos religiosos que só falam, e começarmos a praticarmos. Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.


Nenhum comentário: